TERCEIRIZAÇÃO: OPERAÇÃO DE MINAS A CÉU ABERTO

April 11th, 2017

 

Para a U&M Mineração e Construção, sediada em Matias Barbosa (MG), uma das empresas de prestação de serviços mais reconhecida no setor mineral brasileiro, os maiores desafios da terceirização estão relacionados ao atendimento ágil e versátildas demandas da operação contratada. O que implica na conjugação de três fatores básicos: pessoal qualificado, frota principal e reserva com desempenho e disponibilidade operacional e estruturas adequadas de apoio, incluindo oficinas de manutenção e estoque de peças de reposição.

Embora conte mais de 40 anos de atuação em obras de infraestrutura – terraplenagem, rodovias, barragens de rejeito, hidrelétricas e plantas industriais, entre outras, a expertise da U&M em operação de minas começou a ser consolidada nos anos 2000. Nessa época, a aquisição da primeira frota de equipamentos fora de estrada extrapesados credenciou a empresa a realizar a movimentação de solo e rochas em minas a céu aberto de grande porte.

Atualmente, certificada nas normas ISO 9001 (Qualidade), ISSO 14001 (Meio Ambiente) e OHSAS 18001 (Saúde e Segurança Operacional), o portfólio da U&M é bem mais amplo e complexo, indo bem além da perfuração de rochas, escavação e da carga e transporte de minério e estéril, para executar a implantação de projetos minerais. Desde a preparação de acessos e abertura inicial de cavas na mina, passando pela construção de barragens e diques, à preparação da área da planta industrial. Sua frota específica para mineração também é hoje a maior do Brasil, somando cerca de 500 máquinas, entre caminhões fora de estrada com capacidade de carga até 300t e escavadeiras hidráulicas de 550 t de peso operacional e capacidade de concha de 29 m3. Para 2017, a empresa tem previsões otimistas.

Matéria publicada na edição 65 da revista In The Mine. Clique aqui, faça o download do pdf e leia matéria na íntegra

Tags: , ,


Leave a Reply


Veja também